segunda-feira, 25 de abril de 2016

Pulseira do dia do amor!

Como eu havia falado, acho que as coisas estão melhorando, aos poucos, mas estão. Espero que essa maré boa permaneça.
Hoje, fui surpreendida!! Simmmmm, podem acreditar!!! Estava eu seguindo meu novo modo de vida (que é nada mais, nada menos que tentar não me importar, não perguntar, não falar tudo oq acontece, não exigir atenção, etc, mas aos mesmo tempo não deixar de fazer a minha parte.), durante todo o dia falei pouquíssimo com ele por whatsapp, mas fiz questão de desejar um feliz dia do amor com direito a foto da família no perfil (fiz isso, pq achei q deveria fazer, pq meu coração se alegrou com a idéia) e aí qdo ele chegou em casa onrecebi com um abraço, um beijo e um carinhoso "feliz dia do amor". Segui a minha rotina até receber uma linda pulseira de presente, pelo dia do amor!!!! Viva o dia do amor. Obrigada Deus por me devolver um pouco de paz e esperança de dias melhores. Essa pulseira tem um significado p mim, já estou até me vendo p baixo e p cima com ela.
As vezes, oq precisamos é uma pequena demonstração de carinho. Isso muda vidas!!!!

domingo, 24 de abril de 2016

Esperança?

Passei o meu feriadão praticamente no escuro, até que enfim, apareceu a luz no último momento. Tudo bem que eu tive que interceder para que meu domingo fosse melhor que o restante dos dias, mas valeu a pena. Acho que não aguentaria mais um dia de escuridão, tava tenso demais, estava me vendo doente e com certeza não é disso que eu preciso. Imagina só ter que cuidar da Cecília estando enferma?!? Ela não pára quieta nem 1 segundo, acho que ficaria até pior, rs
Comecei a assistir uma série que algumas pessoas me indicaram no passado e não tive menor interesse. Continuo achando meio chata, mas era oq tinha pra hoje. (As vezes fazemos algo apenas pela companhia). Minha aversão por essa série é simplesmente pelo fato de o protagonista ser um babaca. Não entendo como uma pessoa fica sabendo que tem pouco tempo de vida e decidi destruir a família com a desculpa de que quer deixar dinheiro pra ela, sério, nada justifica tudo oq ele passou a fazer para ter dinheiro. Entrar pro crime, matar, largar a esposa grávida e o filho deficiente em casa sem dar satisfação, Deus e depois ter a coragem de dizer que faz tudo para que a família esteja bem...enfim, muito ódio dele e espero de verdade que ele tenha um final bem trágico.
Voltando para mim, acho que não comentei que já faz alguns dias (talvez até meses) que algo dentro de mim insiste em querer que eu vá para a igreja...talvez seja por eu não ter no que me agarrar em momentos ruins e sempre procurar conversar com o cara lá de cima, pode ser que seja ele me guiando, sei lá, mas segui o meu coração e fui. Tô tentando ir pelo menos 1 vez na semana, fui quarta passada e hoje. Não vou falar que é o que mais gosto de fazer (e cá entre nós, já fui frequentadora assídua da igreja católica, fui batizada, fiz 1 comunhão e crisma), mas sempre bate uma preguiça, uma vontade de ficar em casa, mas como muitos dizem por aí: é quando menos queremos, que devemos insistir. Pensando nisso e na minha pequena Cecília que estou insistindo em voltar para a casa de Deus. Se pararmos pra pensar, a igreja é o único lugar que ainda fala sobre o amor, família, enfim, o único lugar que ainda enaltece os bons costumes, o bom caráter e é ouvindo essas coisas que quero que minha filha cresça.
Minha grande motivação é ela, e por ela farei tudo o que estiver ao meu alcance. Para a minha filha só o melhor!!!

sexta-feira, 15 de abril de 2016

Cara, eu não sei pq, mas tem dias que a nossa vida parece uma merda (se é que realmente não seja). As vezes me sinto a pessoa menos amada do mundo inteiro (sim, do mundo inteiro) e não que eu tenha sempre uma necessidade de me sentir "alguma coisa" por alguém, mas como eu disse, tem os dias.
Esses dias infelizes chegam normalmente quando vejo que tem algo errado no meu relacionamento ou quando eu olho para trás e percebo o quanto as dores e decepções do passado me modificaram. Eu costumava ser feliz, agora sou uma pessoa desconfiada. Para ser sincera, tenho milhões de motivos para desconfiar. (Voltamos ao ponto do erro na relação).
Eu sei que cada um tem seu jeito, ngm é igual a ngm e blá, blá, blá, mas tem atitudes que eu não consigo aceitar pelo simples fato de eu não entender, não há coerência.
Deixa eu ficar por aqui, dps posto mais sobre essa vida!